Los Angeles!

Passadinha em Los Angeles
Era uma conexão de algumas horinhas, mas “já que”, por que não ficar um pouco mais? 

Fundada por espanhóis em 4 de setembro de 1781, em 1821 o México se tornou independente da Coroa espanhola e toda Califórnia ficou sob controle da recém-criada nação mexicana até 1848, quando passou ao domínio dos EUA, após a guerra entre os dois países. A partir de 1920, a instalação de vários estúdios cinematográficos em Hollywood, fez com que Los Angeles se tornasse a capital do cinema.

Hoje é a 2ª cidade mais populosa dos EUA, sendo a maior da Costa Oeste, localizada ao sul do estado da Califórnia, é conhecida por seu clima mediterrâneo e diversidade étnica. Ficamos 3 dias, realmente uma passadinha, tantas coisas para fazer, lugares para visitar em tão pouco tempo, serviu para ficar com vontade de quero mais.

Nos hospedamos em Beverly Hills, chiquérrima com avenidas largas, muito arborizadas, lojas de grifes e mansões das celebridades, me senti no filme “As Patricinhas de Beverly Hills” rsrs.

Na chegada já visitamos Hollywood:

Calçada da Fama: quase 2 quilômetros de comprimento, é repleta de estrelas com nomes de celebridades. 

  • Ela foi idealizada em 1953 pelo então presidente da Câmara de Comércio de Hollywood, E. M. Stuart, ele teve a ideia de criar a Calçada da Fama, para homenagear a comunidade do entretenimento, existem outras versões como a do Hotel Hollywood que funcionou nos anos 50 e tinha o teto cheio de estrelas em homenagem aos seus clientes famosos, que pode ter sido uma inspiração para Stuart. Em 08 de fevereiro de 1960, depois de muitos impedimentos a “Walk of Fame” finalmente foi inaugurada e a 1ª estrela foi de Stanley Kramer, diretor de Julgamento de Nuremberg.  Nas palavras de E. M. Stuart, a “Walk of Fame” tem por objetivo “manter a glória de uma comunidade cujo nome significa glamour e emoção nos quatro cantos do mundo”
  • Hoje em torno de 2600 celebridades já tem sua estrela na Calçada da Fama.
  • As estrelas são definidas por um júri criterioso da câmara de comércio de Hollywood, à partir de indicações que podem ser feitas por qualquer pessoa. Os indicados devem ter alguma ligação com o mundo das artes, todos os anos são selecionados em torno de 20 pessoas para receber a estrela da fama. É cobrada uma taxa para financiar a manutenção da calçada da fama, hoje o valor é em torno de U$ 50.000,00. A estrela é rosa, feita de mármore Terrazzo com escudo de latão com nome da pessoa e um desenho relacionada a arte que ela representa: Cinema, Teatro, TV, Música, Radio
  • Os escolhidos devem comparecer a cerimônia que é aberta ao público, nos 60 anos de Calçada da Fama só a Barbra Streisand não compareceu na cerimônia.
  • Em 1994, 450 estrelas foram removidas para construção de estações de metro, ficaram fora por 3 anos.
  • Muhammad Ali – boxeador recebeu uma estrela por entreter as pessoas em suas lutas de boxe durante décadas, mas a estrela esta na parede do Teatro Chinês porque ele não queria ninguém pisando na estrela, é uma questão de respeito segundo ele.
  • Ronald Reagan tem uma estrela, claro que não pela presidência, mas pela carreira de ator.
  • Alguns artistas tem duas estrelas, entre eles Michael Jackson e os 4 membros dos Beatles.
  • Gene Autry tem 5 estrelas, uma em cada categoria.
  • Charles Chaplin foi um dos pré selecionados para ter uma estrela na inauguração mas foi censurado, só em 1972, ganhou sua estrela.
  • Algumas entidades empresariais também receberam estrela como a Victoria Secrets, Disneyland, além de personagens fictícios como Mickey Mouse e Godzila.
  • Algumas estrelas já foram furtadas e outras vandalizadas como a de Donald Trump durante a eleição de 2016.
  • Brasil esta representado por Carmen Miranda, atriz e cantora portuguesa mas naturalizada no Brasil.

Chinese Theatre: é o cinema mais famoso do mundo. 

O prédio foi a obra-prima de Sid Grauman, depois de uma viagem a China ficou apaixonado pela cultura, ele já tinha experiência no setor pois construiu em 1922 o Teatro Egípcio. O Teatro Chines abriu suas portas em 18 de maio de 1927, com o nome de Grauman’s Chinese Theatre, é lá que acontecem as grandes estréias mundiais, onde as grandes estrelas de Hollywood assistem os seus filmes. 

Em frente ao Teatro tem mais de 200 mãos, pés e autógrafos de grandes estrelas de hollywood, é uma tradição que começou por um descuido quando a atriz Norma Talmadge pisou sem querer no cimento fresco, na noite de gala de seu filme e serviu de inspiração para convidar outas estrelas a deixarem suas marcas, existe também uma versão de que foi Sid Grauman pisou sem querer.

A construção foi supervisionada pelo poeta e diretor Moon Quon, que viajou da China para a ocasião, assim como todos os materiais utilizados para a construção foram levados de lá. Um exemplo claro são os enormes “chinese heaven dogs”, metade cachorro, metade leão, pertencentes à Dinastia Ming, que protegem a entrada.

De 1944 a 1946, foi a sede da cerimônia do Oscar e algumas das estreias mais famosas aconteceram no Teatro Chinês como: O Mago de Oz (1939).

Em 11 de janeiro de 2013, Chinese Theatre anunciou uma parceria com a TCL, também conhecida como “The Creative Life”, essa parceria trouxe muitas atualizações interessantes e projetos de preservação para o Teatro Chinês. Por exemplo, novos assentos inclinados, nova marquise digital, reformas do saguão principal e atualizações de tecnologia importantes para a apresentação de áudio e visual. Essas melhorias deram ao famoso palácio do cinema um novo sopro de vida e proporcionam aos frequentadores do teatro um ambiente muito melhor, verdadeira experiência de cinema de classe mundial.

O palácio do cinema usa projeção a laser IMAX de última geração. Assistir a um filme lá não é apenas uma saída à noite, é um evento memorável. A experiência de laser IMAX no TCL Chinese Theatre representa um salto quântico em tecnologia de cinema – fornecendo ao público as imagens digitais mais nítidas, brilhantes, claras e vivas de todos os tempos, combinadas com um nível totalmente novo de áudio envolvente. A experiência de ver um filme no TCL Chinese Theatre IMAX é verdadeiramente incomparável.

Dolby Theatre: antigo Teatro Kodak, desde 2002 é a casa oficial da entrega do Oscar!

Está localizado no coração de Hollywood, próximo da Calçada da Fama e do Teatro Chines. Para os amantes do cinema tem uma visita guiada chamada de “Dolby Theatre Tour”.

O local acomoda em torno de 3.400 pessoas para a cerimônia do Oscar e para exibição de filmes em torno de 1600 pessoas. Ele tem um sistema de som, cores e luzes que criam uma atmosfera muito real, possui 215 alto-falantes, é considerado um dos sistemas de som mais sofisticados do mundo.

O Dolby Theatre já recebeu mais de 35 estréias da Disney, Paramount e Universal.

O Oscar é a mais famosa premiação de cinema que existe no mundo. Criado em 1927 por Louis B. Mayer, chefe do poderoso estúdio cinematográfico MGM –  Metro-Goldwyn-Mayer, como uma organização não lucrativa dedicada ao avanço e aperfeiçoamento da indústria do cinema. 

Em 16 de maio 1929, na cidade de Los Angeles, aconteceu a primeira cerimônia num um jantar no Blossom Room do Roosevelt Hotel, para aproximadamente 250 membros da academia que pagaram U$10,00 para participarem da festa. A cerimônia de entrega durou 15 minutos e foram entregues 15 estatuetas.

A estatueta, mais tarde batizada de Oscar, foi criada por Cedric Gibbons, diretor de arte da MGM. Ela representa um cavaleiro com uma espada, de pé sobre um rolo de filme. As cinco divisões do rolo simbolizavam as cinco categorias em que o prêmio era distribuído: atores, diretores, produtores, técnicos e roteiristas.

Em 1928, a estatueta foi fundida em bronze pelo escultor George Stanley e revestida com uma fina camada de ouro. Desde 1930, no entanto, sua produção ficou um pouco mais elaborada, sendo inicialmente fundida em metal bretanha, depois cobre, seguido de níquel e prata. Cada etapa é seguida de um polimento especial, até finalmente o revestimento com a fina camada de ouro.

Oficialmente, o Oscar chama-se The Academy Award of Merit. Seu apelido surgiu em meados da década de 30. A versão mais divulgada é que a então secretária da academia, Margaret Herrick, teria dito ao ver a estatueta pela primeira vez: “Mas parece com meu tio Oscar”.

O primeiro presidente e apresentador da cerimônia foi o ator Douglas Fairbanks.

O prêmio de melhor ator foi para o alemão Emil Jannings, pela sua participação em The Way of All Flesh e melhor atriz foi para Janet Gaynor pelos filmes: 7th Heaven, Street Angel e Sunrise: A Song of Two Humans. Foram concedidos prêmios especiais à Warner Brothers pela produção do primeiro filme sonoro e para Charlie Chaplin por Circo.

O prêmio de melhor ator foi para o alemão Emil Jannings, pela sua participação em The Way of All Flesh. Além disso, já na primeira edição, em 1929, foram concedidos prêmios especiais à Warner Brothers pela produção do primeiro filme sonoro e para Charlie Chaplin por Circo.

Estúdios Sony e Warner:

Já sabemos que Los Angeles é considerada a capital do cinema, mas visitar os estúdios é quase vivenciar a cena do filme. 

Warner Bros Studios, localizado na cidade de Burbank, 30 minutos do centro de Los Angeles, lá fizemos um tour guiado de 2 horas, circulamos num carro elétrico pela “cidade cinematográfica”, fizemos várias paradas para conhecer os cenários de séries famosas e claro que fiz uma foto tomando café no cenário da série “Friends”. Visitamos salas de figurino, mobilias e veículos usados nas gravações. 

Na Sony Pictures Studios o tour é a pé, em torno de 2 horas também. O tour pelo estúdio permite conhecer as locações das gravações e o processo de filmagens. Em alguns locais é proibido fotografar mas fora tem uma area de estúdio aberta onde esta o carro usado no filme Ghostbusters – Os Caça-fantasmas.

Santa Monica:

Bem pertinho do centro de Los Angeles, é uma cidade muito visitada e tema de muitos filmes. 

O pier de Sta Monica, cartão postal da cidade e um dos ícones da região, foi inaugurado em 1909 e reformado algumas vezes. Considerado o ponto final da Rota 66, a rota que tem quase 4.000km, sai de Chicago e cruza 9 estados norte-americanos. O local tem um parque de diversões à moda antiga, o Pacific Park, o único parque da costa oeste, ele tem uma roda-gigante movida a energia solar, um aquário com mais de 100 espécies, lojas, restaurantes, cafeterias e lugares onde alugar bicicletas, aliás a cidade é ótima para andar de bike, bem plana. Durante a temporada de verão tem shows gratuitos.

Para quem é fã de “Forest Gump – O contador de Histórias”, vale uma refeição no Bubba Gump Shrimp, além da comida ser muito boa, ele foi inspirado no filme. Na entrada tem o cenário formado por um banco, o par de tênis no chão, a mala e a caixa de bombons em cima do banco, representando exatamente a cena do filme onde Forrest conta sua estória enquanto espera o ônibus.

The Grove

Para quem gosta de fazer compras tem que dar uma passadinha no The Grove Mall, um verdadeiro Shopping a céu aberto, na praça central tem um jardim com uma fonte onde acontece a dança da águas, sempre com grandes clássicos da música americana. É considerado um dos melhores lugares para fazer compras e passear em Los Angeles.

Uma das maiores atrações fica para o bondinho histórico de 1759, que circula por toda a área e leva os turistas gratuitamente para um delicioso passeio.

O local é frequentado por pessoas de todas as idades e está na lista dos locais prediletos dos famosos. É possível encontrar estrelas hollywoodianas disfarçadas passeando por la.

Algumas das lojas que você encontra: MAC Cosmetics, American Girl Place, Zara, Apple, Forever 21, J. Crew, Nordstrom, Abercrombie & Fitch, Victoria’s Secrets, Banana Republic, Gap, Michael Kors, Nike, Tommy, Coach, Bath & Body Works, entre muitas outras. 

Para comer tem o Cheesecake Factory Restaurant, The Farm of Beverly Hills, La Piazza Italian Restaurant, Morels French Bistro and Steakhouse ou Whisper Lounge Restaurant.

The Original Farmers Market

Em julho de 1934, alguns fazendeiros e comerciantes estacionaram seus caminhões na esquina da 3rd com a Fairfax e venderam seus produtos frescos na parte de trás dos caminhões. Assim nasceu o The Original Farmers Market de Los Angeles, um mercado gastronômico. Poucos meses após sua inauguração, fazendeiros e comerciantes, se mudaram para barracas permanentes.

Embora tenha se tornado um destino obrigatório para viajantes de todo o mundo, o Farmers Market sempre foi o lugar favorito das famílias de Los Angeles para fazer compras.

A Torre do Relógio se tornou um ícone do Farmers Market em 1948, símbolo mundial de comida e diversão. 

Algumas estrelas com Shirley Temple, Ava Gardner, Marilyn Monroe, Beatles, Frank Sinatra entre outros, marcaram presença.

No decorrer do tempo eles foram criando alguns eventos e alguns continuam acontecendo até hoje como festival de Inverno, festival de Verão e Thursday Night Jazz

Conte com a Peregrinos Brasil para organizar a sua viagem para Los Angeles e outras cidades dos Estados Unidos! Nosso Whatsapp: clique aqui